Van Gogh: fatos curiosos sobre o artista que não te contaram
Pular para o conteúdo

Van Gogh: 7 fatos curiosos sobre um gênio atormentado

Paixão pelo amarelo, orelha cortada, e sucesso póstumo são algumas curiosidades que permeiam a vida do pintor pós-impressionista.

Anúncios

Van Gogh
Fonte: Freepik

Vincent van Gogh, o famoso pintor holandês, teve uma vida curta, mas turbulenta, marcada por crises de saúde mental e obsessão pela arte. Apesar de sua fama póstuma, o pintor impressionista buscou reconhecimento durante sua vida inteira.

Conhecido por pintar ao ar livre, capturando a beleza e a essência das paisagens rurais, por trás das pinceladas vigorosas de Van Gogh encontramos alguns fatos curiosos, os quais desvendaremos a seguir.

Anúncios

Quem foi Van Gogh?           

Nascido em 1853 nos Países Baixos, Vincent van Gogh é considerado um dos pintores mais influentes da história da arte. Ele ganhou reconhecimento por sua participação no movimento pós-impressionista e é lembrado por suas obras icônicas, assim como pela vida repleta de desafios que levou.

Desde muito jovem, o pintor demonstrou grande interesse pela arte, embora tenha começado sua trajetória profissional como negociante de obras de arte. Sendo assim, foi somente aos 27 anos que ele optou por se dedicar exclusivamente à pintura.

Anúncios

Apesar da brevidade de sua carreira, que se estendeu por aproximadamente uma década, Van Gogh deixou um grande legado. Afinal produziu uma quantidade notável de obras, entre pinturas e desenhos, totalizando mais de 2.000 peças.

A arte de Van Gogh se destaca por pinceladas marcantes, cores vivas e temas emotivos. Além disso, o pintor pós-impressionista possuía um talento singular para capturar a beleza e a essência das paisagens rurais, transmitindo uma intensidade emocional única.

Aliás, muitas de suas obras refletiam sua própria angústia e conflitos internos, revelando sua profunda ligação com a natureza e sua busca pela expressão artística autêntica.

7 curiosidades sobre Van Gogh

Além de suas pinturas renomadas, a vida de Van Gogh foi repleta de eventos curiosos que ajudam a entender melhor o homem por trás das pinceladas. Confira algumas curiosidades a seguir!

1.   A relação com o irmão

Van Gogh possuía uma ligação muito próxima com seu irmão mais novo, Theo. Ao longo de suas vidas, os dois trocaram várias correspondências, abordando não apenas assuntos pessoais, mas também debatendo sobre arte e métodos de pintura.

Vale dizer que Theo desempenhou um papel fundamental no apoio à carreira de Vincent, tanto financeiramente quanto emocionalmente.

2.   Paixão pela cor amarela

Van Gogh tinha um apreço peculiar pelo amarelo, uma cor que frequentemente aparecia em suas pinturas. Assim, para o pintor, o amarelo simbolizava uma energia vibrante e alegria. Desse modo, o artista via essa cor como capaz de evocar uma sensação de calor e luminosidade intensa, especialmente quando harmonizada com outras tonalidades vibrantes.

Além disso, o amarelo estava ligado à natureza, representando para Van Gogh os campos de girassóis, os campos de trigo e o sol, elementos frequentemente retratados em suas obras.

3.   Amizade com Gauguin

Enquanto esteve em Arles, Van Gogh estabeleceu uma relação tumultuada e importante com o pintor Paul Gauguin. Sendo assim, ambos artistas colaboraram, trocaram ideias, mas também enfrentaram discordâncias e desentendimentos que resultaram em momentos de conflito e separação.

4.   Orelha cortada

Um dos acontecimentos mais conhecidos e enigmáticos da vida de Van Gogh foi o momento em que ele cortou parte de sua própria orelha durante um episódio de muita fúria. Há diversas teorias sobre o motivo, desde brigas com seu amigo Paul Gauguin até alucinações causadas por epilepsia.

5.   Período em asilo

Após o incidente com a orelha, o pintor foi internado em um hospital psiquiátrico em Saint-Rémy-de-Provence, onde ele produziu algumas de suas obras mais famosas. Você com certeza já deve ter ouvido falar de “Noite Estrelada”. Essa fase de sua vida foi caracterizada por uma criatividade intensa, apesar dos desafios pessoais que enfrentava.

6.   Pouco reconhecimento

Apesar de seu talento, Van Gogh não teve reconhecimento em vida. Isso porque vendeu apenas uma pintura, “O Vinhedo Vermelho”, para seu irmão Theo, embora, em menos de 10 anos dedicados à pintura, tenha produzido cerca de 2.000 obras.

No entanto, após sua morte, suas obras se tornaram muito mais valorizadas, e hoje em dia estão entre as mais procuradas e caras do mundo da arte.

7.   Morte prematura

Infelizmente, a vida de Van Gogh foi ceifada prematuramente aos 37 anos, quando ele faleceu de um ferimento de bala autoinfligido. Desse modo, sua morte levanta questões sobre a saúde mental e o sofrimento emocional que ele enfrentou ao longo de sua vida.

Curtiu conhecer um pouco mais sobre a curiosa vida de Van Gogh? Então, que tal compartilhar com os amigos que também amam o pintor pós-impressionista? E para mais curiosidades como essa, continue navegando pelo nosso site.

Avatar

Gabriel Mello

Mestre em Filosofia e doutorando em Letras. Especialista em SEO, atua há 3 anos com planejamento, produção e revisão textual, garantindo a entrega de um conteúdo relevante e de impacto para e-commerce e e-business.